Logotipo memória
Item de menu Linha do tempo
Item de menu Processos Históricos
Item de menu História Oral /></a></div><div class=Item de menu Galerias
Item de menu 25 Anos de Inovação
Otávio Roberto Pamplona
Desembargador Federal Otávio Roberto Pamplona

Nascido em Palhoça, em 24 de fevereiro de 1966, Otávio Roberto Pamplona formou-se em Direito pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) em 1988. 

Ingressou na carreira jurídica em janeiro de 1990, após obter o primeiro lugar no concurso público para o cargo de promotor de justiça, no estado de Santa Catarina. Em dezembro de 1992, igualmente aprovado em concurso público, assumiu como juiz federal substituto, na subseção judiciária de Rio Grande, interior do Rio Grande do Sul.

Ascendeu a juiz titular em maio de 1994, quando já atuava na Justiça Federal em Blumenau, Santa Catarina. Em janeiro de 1995, assumiu a 5ª vara federal de Florianópolis. Foi vice-diretor do Foro da Seção Judiciária de Santa Catarina (1996-1997 e 2000-2001) e diretor do Foro (1997-1998, 1998-1999, 2001-2003). Ainda, representou a Justiça Federal no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) catarinense, como titular (2001-2003), e presidiu a turma recursal dos Juizados Especiais Federais (JEFs/SC), de janeiro de 2004 a julho de 2006.

Sob orientação de Silvio Dobrowolski concluiu mestrado em Direito, pela Universidade do Vale do Itajaí (Univali), em 2004.

Ministrou aulas de Processo Penal na UFSC, na Escola da Magistratura do Estado de Santa Catarina (ESMESC) e na Escola da Magistratura Federal do Instituto dos Juízes Federais de Santa Catarina (IJUFE). Foi coautor do livro 'Conselhos de Fiscalização Profissional: Doutrina e Jurisprudência', organizado pelo desembargador federal Vladimir Passos de Freitas.

Promovido por merecimento, tomou posse no Tribunal Regional Federal da 4ª Região, aos 38 anos, em 02 de julho de 2004. Ocupou a vaga decorrente da aposentadoria do desembargador federal Manoel Lauro Volkmer de Castilho.

Em 2009, assumiu a presidência da 2ª Turma, de competências tributária e trabalhista. Em 2010, indicado pelo pleno, passou a exercer, pelo período de um ano, o então recém-criado cargo de coordenador da Ouvidoria do TRF. Por dois biênios consecutivos (2011-2013 e 2013-2015), Pamplona foi conselheiro da Escola da Magistratura (EMAGIS) do Tribunal Regional Federal da 4ª Região. Em 2015, assumiu a direção da escola, cargo que ocuparia até junho de 2017. Faleceu, contudo, no dia 13 de abril, antes de concluir o mandato, aos 51 anos de idade.